Crime Verdadeiro

Por Leonardo Gorges
Acadêmico de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina

O experiente repórter Steve Everett (Clint Eastwood) não é mais o mesmo. Depois de rodar por grandes jornais de Nova Iorque e denunciar peixes grandes da cidade, ele vai parar no pequeno Oakland Tribune, na costa californiana. Com a vida pessoal em frangalhos, ele tenta se recuperar do alcoolismo e das constantes traições à mulher, a dedicada Barbara (Diane Venora). Como em boa parte dos filmes de Eastwood, em Crime Verdadeiro sua personagem representa o pale rider, aquele sujeito de princípios morais polêmicos, que duvida do mundo, mas confia no instinto para solucionar seus problemas.

Sua rotina de escrever notas é mudada quando ele assume a cobertura da execução de Frank Beechum (Isaiah Washington), após a morte da colega Michele (Mary McCormack) em um acidente de carro. Beechum foi condenado à morte após ter sido acusado de assassinar uma jovem que lhe devia 96 dólares. Everett é escalado para entrevistar o condenado no dia de sua execução. Devia ser apenas uma “matéria de cunho humano”.

O assunto, amplamente divulgado pela imprensa local, parece caminhar para o desfecho anunciado. Só que, contrariando tudo e todos, Everett desconfia da inocência de Beechum. Ao apurar os dados e cruzar as informações, a desconfiança se torna certeza. Mas o tempo é curto. A falta de provas e o histórico recente do repórter não o ajudam em sua cruzada pela verdade. Ninguém lhe dá crédito, embora possua a confiança do editor-chefe Alan (James Woods). Em meio à trama, questões raciais e morais – ao bom estilo Eastwood – são trazidas à tona.

Do ponto de vista jornalístico, muitas das ações do veterano repórter são questionáveis. Baseado puramente no instinto – o faro de repórter -, ele se deixa levar por premissas que nem sempre são verdadeiras. Algo que deve ser evitado na profissão, já que não raramente leva ao erro. Sua desobediência a ordens e dificuldade de manter boas relações com os chefes o levam a perda de credibilidade no mercado de trabalho. Porém a capacidade de apuração e a facilidade para achar boas histórias a partir de fatos batidos o creditam como repórter de qualidade. Ao não se contentar com a simples versão oficial, os furos sempre fizeram parte de sua carreira.

Embora tenha sido produzido com um orçamento baixo, a habilidade de direção e produção de Eastwood fazem do suspense uma boa pedida para profissionais e estudantes de jornalismo no que diz respeito à capacidade de apurar fatos. Adaptado do livro de Andrew Klavan, o roteiro inicia morno, esquenta com o passar da história e termina de forma eletrizante. Um bom exemplo da velha escola de jornalismo investigativo, cada vez menos presente na imprensa.

FICHA TÉCNICA:

Gênero: Suspense
Elenco: Clint Eastwood, Isaiah Washington, James Woods, Diane Venora, Bernard Hill, Denis Leary e Lisa Gay Hamilton
Duração: 127 min
Origem: EUA
Ano: 1999
Direção: Clint Eastwood
Roteiro: Larry Gross, Paul Brickman e Stephen Schiff, baseado em livro de Andrew Klavan
Produção: Clint Eastwood, Lili Fini Zanuck e Richard D. Zanuck

Advertisements