A notícia não busca a que alguém se informe; reforça o que já circula como crença.
Osvaldo Tchekarski, jornalista argentino

O chamado jornalismo de investigação leva o observador a se fazer algumas perguntas: como é possível que os jornalistas, determinados a investigar os assuntos mais difíceis, consigam maior eficácia que a política, os fiscais e os juízes? Será que estes jornalistas metidos a detetives têm mais interesse do que os responsáveis pelas instituições do Estado?
Felix Santos, ex- advogado e jornalista espanhol

Advertisements