O político é entregue sem piedade aos repórteres; a obrigação destes é rasgar-lhes, seja como for, a reputação, reduzi-la a um andrajo, rolar com ela na lama. Para isso não há artifício que não pareça legítimo à imprensa partidária; não há espionagem, corrupção, furto de documentos, interpretação de correspondência ou de confidência que não seja justificada pelo sucesso”
Joaquim Nabuco


A palavra liberdade ficou tão na moda que no Uruguai se transformou no nome de um presídio … presidio Libertad”
Mário Benedetti