Diamantes de Sangue

Leonardo Gorges
Acadêmico de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina

Ao final da década de 1990, Serra Leoa está em guerra civil. Governo e rebeldes se digladiam pelo controle das minas de diamantes. Em meio ao caos, há quem se aproveite da situação, como o contrabandista e mercenário Danny Archer (Leonardo DiCaprio). Há também milhões de vítimas, como o pescador Solomon Vandy (Djimon Hounson), separado de sua família e obrigado a trabalhar na procura de pedras preciosas. A história dos dois se entrelaça quando, na prisão, Archer descobre que o pescador achou um diamante com mais de 100 quilates e o enterrou no meio da zona de guerra.

Para Vandy, reencontrar a pedra é a única possibilidade de rever a família. Para Archer, é o passaporte para sair de vez da África. Entretanto, somente com a ajuda da de Maddy Bowen (Jennifer Connelly) eles conseguirão o que desejam. Bowen é uma jornalista engajada na luta para desmascarar a indústria dos diamantes de sangue. Cansada de escrever relatos dos flagelados pelo conflito, ela deseja expor as empresas que compram pedras “sujas”, ajudando a perpetuar a guerra civil. E ela encontra em Archer a fonte perfeita para comprovar suas suspeitas. Como contraponto, terá de ajudar o mercenário em sua procura pelo “diamante cor-de-rosa”.

Bowen é uma repórter que se cansou da monotonia das redações e resolveu dedicar seu tempo à busca por histórias em guerras ao redor do mundo. Quer contar aquilo que a mídia e o mundo muitas vezes esquecem de enxergar. Na África, ela se defronta com o comércio ilegal de diamantes em meio à catástrofe da guerra civil. Descobre que, apesar de não possuir reservas, a vizinha Libéria exporta US$ 2 bilhões em diamantes ao ano. Pedras que chegam “limpas” ao mercado. Archer participa do esquema de contrabando e conta a ela tudo sobre o assunto, incluindo comprovações do envolvimento de altas figuras da indústria de pedras preciosas.

Ao ter as informações em mãos, escolhas éticas têm de ser feitas. Divulgar o conteúdo é assinar a sentença de morte de sua fonte. Ao mesmo tempo, a relevância do material a coloca em uma situação complicada. Além disso, o envolvimento amoroso com o contrabandista e sua interferência no decorrer dos fatos são questões sensíveis quanto à neutralidade que o jornalismo exige.

Diamante de Sangue é uma película que resgata a história de apenas mais um conflito entre os tantos que afligiram a África sempre que uma substância de valor por lá foi encontrada. Dirigido por Edward Zwick, de O último Samurai, possui grande veracidade dramática e uma realidade de cenas acima de média. O roteiro, apesar de longo, prende do início ao fim. Teve cinco indicações para o Oscar.

FICHA TÉCNICA

Título original: Blood Diamond
Produção: Estados Unidos/África do Sul/Moçambique, 2006
Duração: 138 min.
Diretor: Edward Zwick
Elenco: Leonardo DiCaprio, Jennifer Connelly, Djimon Hounsoun, Arnold Vosloo e Kagiso Kuyper

Advertisements