Paradas obrigatórias para quem pensa e se preocupa com jornalismo e ética:

  • O pesquisador Venício A. de Lima celebra três “boas notícias” para a área da Comunicação nesses dias recheados de baixarias eleitorais. No Observatório da Imprensa: http://bit.ly/9UssqZ
  • O ativista Pedro Caribé defende, no Observatório do Direito à Comunicação, que os conselhos de comunicação são “embriões de políticas públicas” para o país: http://bit.ly/al6WNL
  • O observador Alberto Dines vê com ceticismo a criação dos conselhos estaduais de comunicação: http://bit.ly/cK4FL8
  • A sociedade “exige regulação de artigos constitucionais da Comunicação“. Por Jacson Segundo, no Observatório do Direito à Comunicação: http://bit.ly/93CsWw
  • Lançado e-book gratuito em português que articula crítica de mídia e qualidade no jornalismo: “Vitrine e Vidraça”. Aqui: http://bit.ly/a3AYQr
  • O Centro Europeu de Jornalismo elaborou um código internacional de ética da mídia que espera poder ser usado para treinamento e tomada de decisão editorial no futuro. Em inglês: http://bit.ly/c59REF