Paradas obrigatórias para quem pensa e se interessa por jornalismo e ética:

  • O Centro Internacional de Políticas para o Crescimento Inclusivo, órgão ligado ao Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), promove evento que discute mídia e desenvolvimentohttp://bit.ly/dC7RWW
  • Seminário Internacional das Comunicações Eletrônicas e Convergência de Mídia, que aconteceu em Brasília, evidenciou a necessidade de mudança nas leis brasileiras no setor das comunicações: http://bit.ly/bwCd0u
  • As mudanças na mídia, artigo do jornalista Luís Nassifhttp://bit.ly/cjrhvl
  • O jornalista Tony Rogers lista seis maneiras de jornalistas evitarem conflitos de interesse. Em inglês: http://bit.ly/deioBz
  • No evento Media On, representante da BBC e jornalista da mídia argentina acreditam que só qualidade e credibilidade farão a diferença na sobrevivência de meios na era digital: http://bit.ly/dBqzC4
  • No Social Media Explorer, “uma diferença crítica” entre blogar e fazer jornalismo. Em inglês: http://bit.ly/bHFklO
  • O Comitê de Ética da Associação Canadense de Jornalistas sinaliza regras para “despublicar” notícias online e alterar conteúdos já publicados nessa condição. É uma ética para “despublicar”. Em inglês: http://bit.ly/csbs1k