Paradas obrigatórias para quem pensa e se interessa por jornalismo e ética:

  • Alan D. Mutter, do Editor & Publisher, levanta oito questões para o jornalismo moderno. Em inglês: http://bit.ly/fQiAFP
  • Ana Estela de Sousa Pinto republica dez mandamentos para a apuração, dica vinda de Cleinaldo Simões, da Associação Brasileira de Jornalistas Investigativos (Abraji): http://bit.ly/fgtMi5
  • Para uma discussão sobre direitos e deveres do cidadão na internet brasileira, acompanhe os debates sobre o Marco Civilhttp://bit.ly/bxqAs
  • Em Angola, aumentam os movimentos pela profissionalização da categoria dos jornalistas. O Conselho de Ética e Deontologia do Sindicato local enfatiza a necessidade de se criar regras e costumes para a adoção de carteira profissionalhttp://bit.ly/gJEVro
  • Em Portugal, executivo do poderoso grupo de comunicação SIC denuncia que os critérios estabelecidos pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) sobre o pluralismo político na televisão criam “conflito de interesses” na área: http://bit.ly/enMmaP
  • No Paraguai, conheça o Foro de Periodistas local. Em espanhol: http://bit.ly/iaTXB6
  • Nos Estados Unidos, acompanhe as pesquisas sobre ética e desenvolvimento moral lideradas pelo professor James Rest e por colegas das universidades de Minnesota e Alabama. Em inglês: http://bit.ly/i8wrr9
  • Em Natal, no Rio Grande do Norte, uma iniciativa simples, mas contagiante: professora promove seminários sobre ética jornalística com os alunos e produz um blog sobre o assunto: http://bit.ly/ht3TMl