Paradas obrigatórias para quem pensa e se interessa por jornalismo e ética:

  • A mídia brasileira subestima o debate sobre informações públicas, critica o jornalismo Mauro Malin, no Observatório da Imprensa: http://bit.ly/fEVl78
  • Em entrevista ao Knight Center for Journalism in Americas, o presidente da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) Fernando Rodrigues relata a jornada por uma lei de acesso à informação: http://bit.ly/i7eVNo
  • Em Brasília, deputados lançam Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão: http://bit.ly/eGY0SP
  • Jornalista brasileiro Caio Blinder cria crise diplomática após chamar rainha da Jordânia de “piranha” em programa de TV: http://bit.ly/hBdoM9
  • No Reino Unido, jornalistas foram presos por escândalo de grampos telefônicos: http://bit.ly/gHKA3Y
  • Nos Estados Unidos, o veterano jornalista Tom Rosenstiel enumera cinco mitos sobre o futuro do jornalismo. Em inglês: http://wapo.st/e21Kkv A tradução para o português de Caio Tulio Costa: http://bit.ly/igmSHO
  • No anúncio dos vencedores nas categorias fotojornalísticas, Prêmio Pulitzer questiona exibição de cadáveres nas páginas dos jornais: http://bit.ly/i3nlg1
  • Na Argentina, o professor Martín Becerra comenta o uso de câmaras ocultas no jornalismo, a partir da veiculação de imagens obtidas de um líder sindical: http://bit.ly/fsWUtu
Advertisements