O nome Nilson Lage está guardado no jornalismo brasileiro. O jornalista,  na última semana, retornou à UFSC, onde ensinou por 14 anos. Conversou com o ObjETHOS em tom familiar, contou que não é formado em Comunicação, mas em Letras. Respondeu, então, que mantém a crença na importância de uma formação para escrever. Autor de livros como A linguagem jornalísticaA estrutura da Notícia e Teoria e Técnica do Jornalismo, sempre idealizou disponibilizar sua obra online e deseja criar seu próprio blog. Afinal, “é importante manter-se atualizado no jornalismo”, explica Lage, que fala sobre a internet, ética e as ideologias pré-impostas pelo mundo atual.