Seminário reúne professores, pesquisadores e jornalistas brasileiros e argentinos nos dias 9 e 10 de junho em Florianópolis

O 1º Seminário Brasil-Argentina de Pesquisa e Investigação em Jornalismo (Bapijor) vai reunir acadêmicos e profissionais do jornalismo nos dias 9 e 10 de junho, no Auditório Henrique da Silva Fontes (CCE), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Autoridades no tema como José Roberto de Toledo, Claudio Tognolli, Martín Becerra, Angelina Nunes, Adriana Amado e Washington Uranga estarão presentes.

Este será um momento único de encontro entre profissionais e acadêmicos para discutir os rumos da profissão e da pesquisa na área do Jornalismo nos dois países mais influentes da América do Sul. A expectativa da organização é que mais de 150 pessoas acompanhem as palestras.

Para o coordenador geral do 1º Bapijor, professor e pesquisador da UFSC, Francisco José Karam, o encontro também proporcionará o debate a respeito das semelhanças e diferenças entre prática e pesquisa jornalística nos dois países. “Jornalismo como objeto de pesquisa e realidade como objeto de investigação jornalística têm métodos próximos e, ao mesmo tempo, diferentes. Em comum, a busca pelo esclarecimento e pelo desvendamento quando atividades bem realizadas. Brasil e Argentina crescem em importância tanto na pesquisa acadêmica como na investigação profissional. A proximidade geográfica, as estratégias comuns, as pontes entre academia e profissão e entre os dois países, na especificidade do jornalismo, estão no centro dos debates do seminário. Daí sua importância”, comenta Karam.

As inscrições já estão encerradas. No dia do evento haverá cobertura via Twitter do Observatório da Ética Jornalística: @objETHOS. Mais informações em http://www.bapijor.ufsc.br.  O Seminário Brasil-Argentina é uma realização do objETHOS com promoção do Posjor/UFSC. Tem patrocínio da FAPESC e apoio da Abraji, PRAE/UFSC, Associação Catarinense de Imprensa (ACI) e Fapeu.

Confira a programação completa:

Quinta-feira, 9 de junho:

8h30: Credenciamento
9h: Abertura
9h30: Mesa 1: Estratégias e modos de investigação

Expositores

Washington Uranga – Universidad Nacional de Quilmes, Universidad de Buenos Aires e Página 12 (Buenos Aires)
Jose Roberto de Toledo – O Estado de S. Paulo (São Paulo)
Eduardo Blaustein – Jornalista e Escritor (Buenos Aires)

Mediador

Samuel Lima – Universidade de Brasília e Universidade Federal de Santa Catarina (Brasília/Florianópolis)

14h30: Mesa 2: As fontes no Jornalismo e na Academia

Expositores

Cláudio Júlio Tognolli – Revista Consultor Jurídico e Universidade de São Paulo (São Paulo)
Rodolfo Barros – Diário Perfil (Buenos Aires)
Mauro César Silveira – Mestrado em Jornalismo da UFSC (Florianópolis)

Mediador

Marco Aurélio Braga – Mais FM e Instituto Estadual Luterano de Santa Catarina (Joinville)

16h30: Coffee-break

17 h: Mesa 3: Prática jornalística e prática científica na pesquisa

Expositores

Martín Becerra – Universidad Nacional de Quilmes e Conicet (Buenos Aires)
Sebastián Lacunza – Jornal Ambito Financiero e Palabra 54 (Buenos Aires)
Gislene Silva – Mestrado em Jornalismo da UFSC (Florianópolis)

Mediadora

Ângela Bastos – Diário Catarinense (Florianópolis)

Sexta-feira, 10 de junho

9h30: Mesa 4: Os compromissos do jornalista e do pesquisador acadêmico

Expositores

Adriana Amado – Universidad Nacional de La Matanza e Catedra A (Buenos Aires)
Angelina Nunes – O Globo (Rio de Janeiro)
Rogério Christofoletti – Mestrado em Jornalismo da UFSC e ObjETHOS (Florianópolis)

Mediador

Sérgio Murillo de Andrade – Federação Nacional dos Jornalistas (Brasília)

12h30: Encerramento

15h: Reunião entre acadêmicos das universidades argentinas e brasileiras (Atividade restrita)