Eduardo Blaustein foi um dos convidados internacionais do  1º Seminário Brasil-Argentina de Pesquisa e Investigação em Jornalismo, organizado em junho pelo ObjETHOS.

É formado pela Universidade Autônoma de Barcelona, e trabalhou na cidade catalã até poder retornar do exílio e ser jornalista em Buenos Aires, onde foi chefe de redação da revista contracultural El Porteño e editor de diversas secções do diário Página/12. Além do trabalho nos meios, publicou diversos livros, entre eles: “Decíamos ayer”, “Prohibido vivir aquí”, “Cruz Diablo” e “La condición K”. Mantém, também, um blog pessoal. Ouça a entrevista em que fala sobre a importância do encontro entre jornalistas brasileiros e argentinos: