No dia 28 de abril, Francisco Karam, um dos pesquisadores responsáveis no objETHOS, tornou-se professor titular na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Na ocasião, ele apresentou seu Memorial de Atividades Acadêmicas, onde relatou sua trajetória científica e na docência por mais de trinta anos. Karam ingressou na instituição em 14 de agosto de 1984, ministrou disciplinas como Redação e Ética jornalística e desde 2014 é coordenador do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da universidade.

Uma banca altamente qualificada avaliou o memorial: Nilson Lage (presidente), Marialva Barbosa, Doris Haussen e Luiz Gonzaga Motta. Na manhã do mesmo dia, o professor Eduardo Meditsch também passou pelo rito de passagem e ingressou na classe de professor titular. A condição é um reconhecimento pelas contribuições que ambos deram ao ensino de jornalismo, à pesquisa científica, às ações de extensão e à gestão universitária.