O projeto “Educação para crítica de mídia nas escolas públicas”, do Observatório da Ética Jornalística (objETHOS), realizou o terceiro encontro do ano com estudantes do ensino médio na última quinta-feira (26/10). Os debates foram coordenados pelo professor Samuel Lima e contaram ainda com a participação da mestranda Clarissa Peixoto e do doutorando Ricardo Torres, ambos pesquisadores do POSJOR/UFSC.

As discussões envolveram alunos do terceiro ano da Escola Básica Simão José Hess (do bairro Trindade) e do segundo ano da Escola Padre Anchieta (na região da Agronômica) em Florianópolis (SC). Desta vez, o tema abordado foi o feminismo e as questões de gênero.

Com o objetivo de discutir como as mulheres são retratadas por diferentes veículos jornalísticos (independentes e tradicionais), as atividades desse encontro foram iniciadas com a exibição de um vídeo. O material, produzido pelos alunos de jornalismo da UFSC Joelson Cardoso e Maria Fernanda Salinet, apresentou relatos de pesquisadoras e de uma aluna sobre o assunto. Na sequência, Clarissa Peixoto descreveu o trabalho que desenvolve no Portal Catarinas e os desafios de coberturas jornalísticas desse tipo.

Na sequência, os estudantes opinaram sobre a representação feminina na mídia e intensificaram a discussão sobre o tema. Algumas estudantes, por exemplo, afirmaram não se sentir representadas na maioria das notícias e reportagens do jornalismo tradicional.

As rodas de conversas do projeto “Educação para crítica de mídia nas escolas públicas” visam contribuir para a formação crítica de estudantes do ensino médio para o consumo de produtos midiáticos.

Advertisements