Acontece hoje, a partir das 14 horas, a defesa pública da tese “Métricas editoriais no jornalismo online: ética e cultura profissional na relação com audiências ativas”, de Lívia de Souza Vieira, pesquisadora do objETHOS. Lívia é a primeira doutoranda do grupo de pesquisa a concluir sua tese, e ela fez parte da turma inaugural do curso de Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (POSJOR) da Universidade Federal de Santa Catarina.

Os avaliadores são os professores Theophilos Rifiotis (Programa de Antropologia Social/UFSC), Suzana Barbosa (UFBA), Gislene Silva, Raquel Longhi e Rita Paulino (POSJOR). Os suplentes são os professores Eduardo Pellanda (PUC/RS), Carlos Eduardo Franciscato (UFS), Samuel Pantoja Lima e Jeana Santos (ambos do POSJOR).

A partir de uma reflexão teórico-metodológica sobre o newsmaking – estudo do processo de produção da notícia –, Lívia se aproxima do campo da antropologia por meio da Teoria Ator-Rede. Para isso, fez incursões etnográficas realizadas em 2017 nas editorias de audiência online da British Broadcasting Corporation (BBC), do The Guardian (ambos em Londres, na Inglaterra) e da Folha de S. Paulo. A doutoranda fez seis meses de doutorado-sanduíche na Birmingham City University (Inglaterra), sob supervisão do professor Paul Bradshaw. A tese foi orientada pelo professor Rogério Christofoletti.

A defesa é aberta ao público e acontece na sala de videoconferência do Centro de Comunicação e Expressão da UFSC (sala 413 do Prédio B). A sala Drummond, no térreo do mesmo prédio, terá retransmissão em tempo real da defesa.

Advertisements