Paradas obrigatórias para quem pensa e se interessa por ética e jornalismo:

– Jornalistas do El País aderiram à greve feminista no Dia Internacional da Mulher: bit.ly/2tr76FL. Ainda ontem, dia 8, cerca de 800 mulheres que participavam de movimentos populares ocuparam o parque gráfico do jornal O Globo, com o objetivo de denunciar a participação do veículo em articulações políticas: bit.ly/2oTvmLV

– A falta de mulheres negras na indústria midiática ainda é um problema longe de estar resolvido. Um estudo do Women’s Media Center traz algumas sugestões sobre a importância de mais diversidade nas redações: bit.ly/2DcyYNr

– O combate às informações falsas é uma ação ética ou mero espetáculo dos veículos jornalísticos? Sérgio Amadeu, professor da Universidade Federal do ABC, oferece algumas respostas: bit.ly/2FfKgXl

– Acesse o novo projeto DDJBR, que compila reportagens e publicações sobre jornalismo guiado por dados no Brasil: bit.ly/2IfcKy8

– Uma comissão para analisar projetos de lei que combatem fake news foi criada nesta semana pelo Conselho de Comunicação Social do Congresso Nacional: bit.ly/2tu8S96

– Repórteres da BBC testam chatbots para contextualizar notícias aos leitores: bit.ly/2GaOnBa

– Confira uma discussão sobre jornalismo e periferias com o jornalista Paulo Talarico, da Agência Mural, e Marcelo Gabbay, professor do Fiam-Faam: bit.ly/2p1SyqD

– Suíços rejeitaram em referendo uma iniciativa apoiada por políticos de direita e liberais que tentaram eliminar o financiamento público da mídia no país: bit.ly/2IbBF5K

– No Nieman Lab, um artigo discute as dificuldades metodológicas de pesquisar fake news nas redes sociais: bit.ly/2FPSFOa

– Um Comitê está sendo formado para reunir especialistas em ética que desejam contribuir para o bom desenvolvimento da Inteligência Artificial. O Machine Intelligent Garage é um projeto liderado pelo professor Luciano Floridi (Universidade de Oxford) que atuará junto de companhias e organizações: bit.ly/2oW2p1W

– A complexidade das desinformações ainda é um empecilho para automatizar o fact-checking, embora algumas ferramentas já consigam analisar dados: bit.ly/2p0c9r5

– Baixe o e-book Estudos sobre Jornalismo Político, organizado por grupos de pesquisa ligados ao Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da UFPR: bit.ly/2G7W8aY

Advertisements