Da Costeira do Pirajubaé, a caminho do Sul da Ilha, à Ponte do Imaruim, no município de Palhoça, na Região Metropolitana de Floripa. O projeto de extensão do objETHOS (Educação para crítica de mídia nas escolas públicas) estará nas escolas Júlio da Costa Neves e Irmã Maria Teresa, respectivamente. E as atividades começaram nos dias 10 (na primeira) e 12 de setembro (na segunda). De saída, um tema atualíssimo e altamente relevante: o fenômeno das fake news.

            Na EEB Júlio da Costa Neves, 49 estudantes do 3º Ano do Ensino Médio debateram o tema com a equipe do objETHOS. Em linhas gerais, alunos e alunas falaram de suas experiências com notícias falsas no cotidiano. Por sua vez, os/as 47 estudantes do 2ºAno do Ensino Médio (Noturno), da EEB Irmã Maria Teresa (Palhoça, SC), debateram intensamente o assunto com a equipe do objETHOS e a participação da professora Bianca da Cunha, de Língua Portuguesa; e do professor Eduardo Arruda, de Geografia. A noção cotidiana das notícias falsas foi destacada nas imagens sobre as queimadas na Amazônia e, na última quinta (12/09), na Serra do Tabuleiro, em Santa Catarina.

Durante o debate com alunos e alunas, foram apresentadas estratégias de combate à circulação de informações falsas, como seguir as agências de fact-checking nas redes sociais e pesquisar as fontes e temáticas em buscadores da internet. Os/as participantes também responderam o questionário sobre percepções de jornalismo, hábitos de leitura e compartilhamento de notícias, indicando também os temas que deverão ser pautados para os próximos encontros – outubro, novembro e dezembro.

Registramos aqui algumas percepções dos jovens estudantes respondendo à questão “o que é o jornalismo?”.

– Jornalismo é o ato de pesquisar a fundo algo recorrente de um determinado local, e explicar e relatar aos cidadãos o que está acontecendo de verdade;

– É uma profissão focada em investigar fatos, apurar, etc, levando informações as pessoas através de veículos de comunicação, produzir documentários, reportagens, etc;

– É o modo de transmitir a verdade e o que acontece na nossa sociedade e no mundo;

– Baseia-se em pesquisar, comprovar e repassar informações verídicas. Creio que o verdadeiro jornalismo tem tais ideais como base;

– O jornalismo é uma forma de pesquisa, através dele obtemos informações diárias sobre a sociedade onde vivemos;

– Busca, investiga e transmite notícias por meios de comunicação.

Participaram desta atividade o pesquisador Ricardo Torres (doutorando, PPGJOR/UFSC) e a professora e pesquisadora Silvia Meirelles (que faz seu estágio de pós-doutorado no PPGJOR/UFSC). As rodas de conversa foram coordenadas pelo professor Samuel Lima (objETHOS/UFSC).

Anúncios