Levantar o estado da arte das pesquisas em sociologia do jornalismo no Brasil e identificar quais são os tópicos relevantes para estudos da área na próxima década são as questões norteadoras do artigo “O mundo do trabalho de jornalistas no Brasil: uma agenda de pesquisa”, publicado pela doutoranda e pesquisadora do objETHOS Andressa Kikuti, em coautoria com seu orientador Jacques Mick.

O artigo está presente na edição mais recente da Revista Plural (v.27 n.2) e integra um dossiê temático sobre Sociologia do Jornalismo. Os autores propõem uma agenda de pesquisa focada em quatro campos temáticos e um tópico conjuntural: mudanças estruturais do ofício de jornalista, as transformações no padrão de regulação do trabalho, as novas formas de ação coletiva e os efeitos cruzados dos variados tipos de discriminações estruturais da sociedade brasileira sobre o mundo do trabalho de jornalistas. O tópico conjuntural diz respeito aos efeitos da pandemia da Covid-19 na atuação desses profissionais. Acesse o texto completo aqui.

Kikuti é doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (PPGJOR/UFSC) e bolsista Capes. Atualmente, investiga trajetórias profissionais de jornalistas mulheres em sua tese de doutorado.