Nove integrantes do Observatório da Ética Jornalística (objETHOS/UFSC) participam de atividades do 19º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo, organizado pela Associação Brasileira dos Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor). Realizado de modo online, o evento inicia amanhã e segue até a sexta-feira (12), reunindo pesquisadores do campo do jornalismo para promover uma reflexão pluralista sobre a área.

Nesta terça-feira (9), a partir das 14h30, o professor Samuel Pantoja Lima será um dos expositores no tributo que a SBPJor e a comunidade científica farão ao professor Nilson Lage, que contará com depoimentos de amigos e familiares.

No dia seguinte, Juliana de Amorim Rosas apresenta o trabalho “Domínios da crítica e deliberação nos veículos noticiosos alemães Die Zeit e Der Spiegel” na sessão livre “Fundamentos teóricos do jornalismo”. Já Samuel Lima e Vinicius Bressan Ferreira apresentam o trabalho “Sustentabilidade de projetos de jornalismo independente no Youtube”, durante a mesa “Alternativas do jornalismo”, promovida pela Retij. As duas sessões iniciam às 14h.

Quinta-feira (11), às 8h30, Rogério Christofoletti e Samuel Lima participam do 8º Seminário da Pós-Graduação em Jornalismo (PosJor). À tarde, a partir das 14h, Lívia Vieira apresenta o trabalho “Uma reflexão sobre o método da curadoria a partir da newsletter Farol Jornalismo” na sessão livre “Condições de trabalho e alternativas ao jornalismo”, coordenada por ela.

No último dia de evento (12), às 8h, Dairan Paul coordena a sessão “Jornalismo, narrativa e produção de sentido 3” do 11º Encontro de Jovens Pesquisadores em Jornalismo, organizada também pela SBPJor. Encerrando a participação do objETHOS, a partir das 14h, Rogério Christofoletti participa da mesa “Liberdade de expressão, jornalismo e democracia”, promovida pela Renoi, em que discutirá o texto “Violência de Estado contra jornalistas: impactos práticos e éticos das perseguições do governo Bolsonaro”.

Também às 14h, Juliana Bezerra apresenta o artigo “O jornalismo profissional das periferias e favelas brasileiras: a experiência de Brasis” na sessão livre “Estratégias jornalísticas de produção de sentido”. E na sessão livre “Teoria e ética do jornalismo”, Kalianny Bezerra e Vitória Ferreira apresentam o trabalho “Jornalismo e desinformação: uma revisão sistemática sobre a interface entre os temas nos anais do Intercom, SBPJor e Compós entre 2015 e 2020”.

Este ano, a 19ª edição da SBPJor tem como tema “Pesquisa em Jornalismo, conhecimento e resistência: o legado de Adelmo Genro Filho”. Com a temática, a SBPJor pretende homenagear um dos principais teóricos brasileiros na área do Jornalismo, Adelmo Genro Filho, que em 2021 completaria 70 anos, e destacar o papel do jornalismo (e dos jornalistas) como produtores de conhecimento na contemporaneidade. Para mais informações, basta acessar o site do evento.