Nesta segunda-feira, 5, o Observatório da Ética Jornalística – objETHOS comemora 13 anos de existência com a realização do seminário internacional “Jornalismo, ética e cidadania” e o lançamento do e-book “Transparência jornalística – O que é e como se faz?”, já disponível para download AQUI. O evento acontece hoje, a partir das 14h, no auditório do Centro de Comunicação e Expressão (CCE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). 

A programação inicia com a professora e pesquisadora Adriana Amado, da Universidad Argentina de la Empresa (UADE), que ministra virtualmente a conferência “Las metáforas del periodismo”. A mediação será do presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor) e um dos coordenadores do objETHOS, professor Samuel Pantoja Lima.

Já a segunda conferência do evento será ministrada pelo professor Juan Carlos Suarez Villegas, catedrático de Jornalismo da Universidad de Sevilla. Ele vai refletir sobre o tema “Etica y Derecho a la Información de la ciudadania”, com a mediação do professor Rogério Christofoletti, fundador e também coordenador do grupo de pesquisa. 

Após dois anos de pandemia de Covid-19, este é o primeiro evento presencial realizado pelo objETHOS. Segundo Christofoletti, o seminário é uma ocasião para discutirmos os rumos da cidadania brasileira, justamente num momento importante como o da campanha eleitoral. “Nas democracias, cidadãs e cidadãos precisam estar bem informados para tomar suas decisões. Debater como o jornalismo ajuda nesse processo é um dos nossos objetivos no evento”.

Haverá emissão de certificado para os participantes. As inscrições serão por ordem de chegada, no local, e as vagas são limitadas à capacidade do auditório.

Livro digital

O e-book “Transparência Jornalística – O que é e como se faz?”, que chega ao público a partir de hoje, foi desenvolvido a partir do projeto “Transparência no jornalismo: valor ético, compromisso público e desafio prático para profissionais e a indústria”, financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) entre 2019 e 2022. A publicação conta com sete capítulos e reúne reflexões de Álisson Coelho, Denise Becker, Juliana Naime Ferrari, Kalianny Bezerra e Rogério Christofoletti  – pesquisadores do objETHOS que têm investigado o tema nos últimos anos. O objetivo é trazer um material consistente e acessível para subsidiar o debate público sobre a necessidade de adoção de mais transparência no jornalismo brasileiro. 

O objETHOS 

Com mais de 30 integrantes, o Observatório da Ética Jornalística (objETHOS) está vinculado ao Departamento de Jornalismo e ao Programa de Pós-Graduação em Jornalismo (PPGJOR) da UFSC. Surgiu em 2009, e é uma iniciativa de pesquisa, acompanhamento e monitoramento da ética praticada por jornalistas e meios de informação. A equipe é formada por pesquisadores de cinco reconhecidas universidades brasileiras (UFSC, UFF, Feevale, UFPel e UFBA) e estudantes em nível de doutorado, mestrado e graduação.

O grupo desenvolve investigações sobre ética jornalística, crítica de mídia, identidade profissional, liberdade de imprensa, riscos ao jornalismo, novos modelos de negócio e de produção jornalística, mídia independente, e novas configurações do ecossistema informativo.

É membro da Rede Nacional de Observatórios da Imprensa (Renoi), Rede Lusófona pela Qualidade da Informação (RLQI), Fórum de Direito de Acesso a Informações Públicas, Coalizão Direitos na Rede (CDR) e Rede Nacional de Combate à Desinformação (RNCD). Mantém parcerias e convênios de cooperação com a Red Ética Segura (Fundación Gabo, Colômbia), Ceis20 (Universidade de Coimbra, Portugal), Universidad Autónoma de Bucaramanga (Colômbia) e Observatório da Imprensa. 

SERVIÇO 

O quê: objETHOS 13 anos – Seminário internacional “Jornalismo, ética e cidadania” 
Com Adriana Amado (AR) e Juan Carlos Suarez Villegas (ES)
Quando: 5 de setembro de 2022, a partir das 14h 
Onde: Auditório Henrique Fontes, do Centro de Comunicação e Expressão – CCE da Universidade Federal de Santa Catarina, localizado no Campus Universitário Trindade.
> Inscrições gratuitas, por ordem de chegada, e certificação para os participantes 
> Seguindo o protocolo da Fase 3 estabelecido pelo plano de combate à Pandemia de Covid-19 da UFSC, o uso de máscara é obrigatório.

Publicidade