Na tarde de 5 de agosto, o Observatório da Ética Jornalística (objETHOS) celebrou seu 13º aniversário no evento “Jornalismo, ética e cidadania”. O seminário internacional aconteceu no Centro de Comunicação e Expressão (CCE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e contou com a participação de Adriana Amado (Universidad Argentina de la Empresa) e Juan Carlos Suarez Villegas (Universidad de Sevilla). Além dos professores, as doutorandas Denise Becker e Kalianny Bezerra lançaram o e-book “Transparência jornalística – O que é e como se faz?”, já disponível para download.

Na cerimônia de abertura, Rogério Christofoletti, um dos coordenadores do objETHOS, enfatizou que o objetivo do grupo de pesquisa é qualificar discussões sobre condutas éticas de jornalistas e empresas de mídia. Realizar o seminário é “uma modesta contribuição para a integração internacional” da pesquisa em jornalismo da UFSC, lembrou o professor.

A seguir, Samuel Lima, também coordenador do grupo, mediou a fala de Adriana Amado. A pesquisadora apresentou seu livro “Las metáforas del periodismo”, onde defende o jornalismo pensado como uma “ponte entre narrativas”.

Juan Carlos Suarez Villegas encerrou o seminário discutindo a natureza ética do jornalismo que o diferencia de outras formas de comunicação. Destacou ainda os direitos trabalhistas dos profissionais, já que “a informação não é algo metafísico, mas feito por jornalistas afetados pela precarização do trabalho”.

No intervalo das conferências, as doutorandas Denise Becker e Kalianny Bezerra apresentaram a mais recente publicação do objETHOS. “Transparência jornalística – O que é e como se faz?” é voltado ao público geral, com o objetivo de explicar didaticamente o conceito de transparência no jornalismo. Além de Becker e Bezerra, assinam textos os pesquisadores Álisson Coelho, Juliana Ferrari e Rogério Christofoletti. Natália Huf foi responsável pela diagramação e Raphaelle Batista revisou o report.

A gravação do evento será disponibilizada em breve no canal do objETHOS no YouTube. Você também pode conferir a cobertura do seminário em nosso Twitter.

Publicidade