objETHOS

Observatório da Ética Jornalística

Bibliografia

book-hiEsta é uma bibliografia sobre ética e deontologia jornalística recomendada pelos pesquisadores do objETHOS.

Incompleta e em constante expansão, esta lista aceita novas sugestões de livros em português, inglês, espanhol e francês.

Para participar, mande um email para objethos@gmail.com

ABRAMO, C. A regra do jogo. São Paulo: Companhia das Letras, 1988

ABRAMO, P. Um trabalhador da notícia. SP: Ed. Fundação Perseu Abramo, 1997

ALMINO, João. O segredo e a informação – Ética e política no espaço público. SP: Brasiliense, 1986

ALSIUS, Salvador. Ètica i Periodisme. Barcelona, Pòrtic, 1998.

ANDRÉ, Alberto. Ética e Códigos de Comunicação Social. Porto Alegre: Sagra, 1994

APEL, Karl-Otto. Teoría de la verdad y ética del discurso. 2ª ed. Barcelona, I.C.E./Paidós, 1995

ARBEX JR., José. Showrnalismo – a notícia como espetáculo. São Paulo: Ed. Casa Amarela, 2001

AZNAR, Hugo. Ética de la comunicación y nuevos retos sociales. Barcelona: Paidós, 2005

AZNAR, Hugo. Ética e periodismo — Códigos, estatutos y otros documentos de autorregulación. Barcelona: Paidós, 1999

AZNAR, Hugo. Pautas éticas para la comunicación social. Valencia: U.C.Herrera-CEU, 2005

AZNAR, Hugo. Comunicação Responsável – Deontologia e auto-regulacão dos meios de comunicação. 2ª ed. Porto: Porto Editora, 2005

AZNAR, Hugo & VILLANUEVA, Ernesto (orgs.) Deontología y autorregulación informativa – Ensayos desde una perspectiva comparada. México: Universidad Iberoamericana, 2000

BALZAC, H. de. Os jornalistas. RJ: Ediouro, 1999

BARBOSA, Rui. O dever da verdade. São Paulo, COM/ARTE/Edusp, 1990

BARROS FILHO, Clóvis de. Ética na comunicação. Ed. Moderna

BARROSO ASENJO, Porfirio. Fundamentos deontológicos de las ciencias de la información. Barcelona, Mitre, 1985.

BERKMAN, Robert; SHUMWAY, Christopher. Digital Dilemmas: Ethical Issues for Online Media Professionals. Wiley-Blackwell: 2003

BERNIER, Marc-François. Éthique et Deontologie du Journalisme. Saint-Nicolas (Québec): Les Presses de l’Université Laval, 2004.

BERTRAND, Claude-Jean. A deontologia das mídias. Bauru: Edusc, 1999

BERTRAND, Claude-Jean. O arsenal da democracia. Bauru: Edusc, 2002

BILBENY, Norbert. La Revolución en la Ética: hábitos y creencias en la sociedad digital. Barcelona, Anagrama, 1997

BOLADERAS, Margarita. Comunicación, ética y política: Habermas y sus críticos. Madrid, Tecnos, 1996

BONETE PERALES, Enrique (coord.) Éticas de la información y deontologias del periodismo. Madrid, Tecnos, 1995

BRAJNOVIC, Luka. Deontologia periodistica. 2ª edición ampliada y reestructurada. Pamplona: Ed. Universidad de Navarra, 1978

BRUUN, Lars (ed.). Professional codes in journalism. Prague, IOJ, 1979

BUCCI, Eugênio. A imprensa e o dever da liberdade. SP: Contexto, 2009

BUCCI, Eugênio. Sobre ética e imprensa. São Paulo: Cia das Letras, 2000

CHRISTIANS, Clifford G. et al. Media Ethics – cases and moral reasoning. 5ª ed. Longman, 1998

CHRISTOFOLETTI, Rogério. Ética no jornalismo. SP: Contexto, 2008

CHRISTOFOLETTI, Rogério. Monitores de Mídia – Como o jornalismo catarinense percebe seus deslizes éticos. Univali-UFSC: 2003

CONTI, Mario Sérgio. Notícias do Planalto – A imprensa e Fernando Collor. SP: Cia. das Letras, 1999

CORNU, D. Ética da informação. Bauru (SP): Edusc, 1998

CORNU, Daniel. Jornalismo e verdade: para uma ética da informação. Lisboa, Portugal, 1994

CORTINA, Adela (org.). Ética de la empresa: claves para una nueva cultura empresarial. 2ª ed. Madrid, Trotta, 1996

COSTA, Caio Túlio. Jornalismo, Ética e Nova Mídia. RJ: Zahar, 2009

COSTA, Caio Túlio. O relógio de Pascal. SP: Siciliano, 1991

CRIPA, Marcos (org.). Entrevista e ética: uma introdução. São Paulo, Educ, 1998

DERIEUX, Emmanuel. Cuestiones ético-jurídicas de la información. Pamplona, Universidad de Navarra, 1983.

DI FRANCO, C. A Jornalismo, ética e qualidade. Petrópolis: Vozes, 1996

DINES, A. O papel do jornal. Uma releitura. 5ª ed. ampliada e atualizada. SP: Summus, 1986

DORNELES, Carlos. Bar Bodega. SP: Globo, 2008

DORNELES, Carlos. Deus é inocente, a imprensa não. SP: Globo, 2002

DUPAS, Gilberto. Ética e poder na sociedade da informação. 2ª ed. Revista e ampliada. SP: Unesp, 2001

ELLIOTT, Deni. Jornalismo versus Privacidade. Rio de Janeiro, Nórdica, 1990.

ENTEL, Alicia (Comp.). Periodistas: entre el protagonismo y el riesgo. Buenos Aires: Paidós, 1997.

ERBOLATO, M. Deontologia da Comunicação Social. SP: Vozes, 1982

ÉTICA da Comunicação. Cadernos LCC – Leitura crítica da Comunicação. São Paulo: Loyola/UCBC/LCC, 1989.

ESTEVES, J. Pissarra. A ética da comunicação e os media modernos – Legitimidade e poder nas sociedades complexas. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1998

FALLOWS, James. Detonando a notícia: como a mídia corroi a democracia americana. RJ: Civilização Brasileira, 1997

FARRÉ, Marcela. El noticiero como mundo posible. Buenos Aires: La Crujía, 2004.

FAUSTO NETO, Antônio. Mortes em derrapagem: os casos Corona e Cazuza no discurso da comunicação de massa. Rio de Janeiro, Riofundo Ed., 1991

FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS. Formação Superior em Jornalismo. Florianópolis: Ed. UFSC, 2002

FIDALGO, António. A distância como virtude: Considerações sobre a ética da comunicação. Biblioteca On-line de Ciências da Comunicação (BOCC), 1997, www.bocc.ubi.pt.

FIDALGO, Joaquim. Em nome do leitor: as colunas do Provedor do PÚBLICO. Coimbra: Minerva, 2004

FIDALGO, Joaquim. O jornalista em construção. Porto: Porto Editora, 2008

FIDALGO, Joaquim. O lugar da ética e da auto-regulação na identidade profissional dos jornalistas. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian e Fundação para a Ciência e a Tecnologia, 2009

FOREMAN, Gene. The Ethical Journalist. Oxford: Wiley-Blackwell, 2010

FRIEND, Cecilia and SINGER, Jane B. Online journalism ethics. London-New York: M.E.Sharpe, 2007.

FULLER, Jack. What Is Happening to News: The Information Explosion and the Crisis in Journalism. University Of Chicago Press: 2010.

GENRO FILHO, Adelmo; ROLIM, Marcos e WEIGERT, Sérgio. Hora do Povo: uma vertente para o fascismo. SP, Brasil Debates, 1981.

GIL CALVO, Enrique. El miedo es el mensaje: riesgo, incertidumbre y medios de comunicación. Madrid: Alianza, 2003.

GOMES, Mayra Rodrigues. Ética e jornalismo – uma cartografia dos valores. São Paulo: Escrituras, 2002

GOMES, Pedro G. O Direito de ser: a ética da comunicação na América Latina. São Paulo, Ed. Paulinas, 1989

GOODWIN, H. Eugene. Procura-se: ética no jornalismo. Rio de Janeiro: Nórdica, 1993.

GREVISSE, Benoît. Déontologie du journalisme: Enjeux éthiques et identités professionnelles. De Boeck: 2010

HABERMAS, Jürgen. Consciência moral e agir comunicativo. Rio de Janeiro, Tempo Brasileiro, 1989

HABERMAS, Jürgen. Escritos sobre moralidad y eticidad. Barcelona, I.C.E./Paidós, 1991

HARCUP, Tony. The ethical journalist. London: Routledge, 2001

HERRÁN, M.T. & RESTREPO, J.D. Ética para periodistas. 2ª edición aumentada. Bogotá: TM Editores, 1995.

HULTENG, John L. Os desafios da comunicação: problemas éticos. Florianópolis: Editora da UFSC, 1990.

IGGERS, Jeremy. Good News, Bad News: Journalism, Ethics & the Public Interest. [Canada]: Westview Press, 1999.

JORNALISTAS PRA QUÊ? (Os profissionais diante da ética). Rio de Janeiro, Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro, 1989.

KAPUSCINSKY, Ryszard. Los cínicos no sirven para este oficio. Sobre el buen periodismo. Barcelona: Anagrama, 2002.

KARAM, F. J. Ética Jornalística e Interesse Público. SP: Summus, 2004

KARAM, F. J. Jornalismo, ética e liberdade. SP: Summus editorial, 1997

KEEBLE, Richard. Ethics for journalists. London: Sage, 2007

KNIGHTLEY, Phillip. A primeira vítima. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1978

KUCINSKI, B. A síndrome da antena parabólica. SP: Fund. Perseu Abramo, 1998

KUCINSKI, B. Jornalismo na era virtual. SP: Ed. Fund. Perseu Abramo, 2004

LAGE, Nilson. Controle da opinião pública: um ensaio sobre a verdade conveniente. Petrópolis, Vozes, 1998

LIPOVETSKY, Gilles. El crepúsculo del deber: la ética indolora de los nuevos tiempos democráticos. 2ª ed. Barcelona: Anagrama, 1996.

LÓPEZ MAÑERO, Cristina. Información y dolor: uma perspectiva ética. Pamplona: EUNSA, 1998.

LORETTI, Damian M. El derecho a la información. Buenos Aires: Paidós, 1995.

MALCOLM, Janet. O jornalista e o assassino – uma questão de ética. São Paulo: Cia das Letras, 1990

MARCÍLIO, M.L. & RAMOS, E.L. (orgs.) Ética na virada do milênio. 2ª ed. Rev. Amp. SP: Editora LTR, 1999

MARX, Karl. Liberdade de Imprensa. Porto Alegre: L&PM Editores, 1999

MASCARENHAS, Óscar. O poder corporativo contra a informação. Coimbra: Minerva, 2001

MEDINA, Cremilda. Profissão Jornalista: responsabilidade social. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1982

MELO, José Marques de (organizador). Objetividade jornalística: ética e técnica. Cadernos Intercom, nº 07. São Paulo, Cortez/Intercom, setembro 1985

MERRIL, John C.; CHRISTIANS, Clifford G. Ethical Communication – Moral Stances in Human Dialogue. Columbia/London: University of Missouri Press, 2009

MESQUITA, Mário. O Jornalismo em análise: a coluna do provedor dos leitores. Coimbra, Minerva, 1998

MESQUITA, Mário. O quarto equívoco – O poder dos media na sociedade contemporânea. Coimbra: Minerva, 2003

MEYER, P. A ética no jornalismo. Rio de Janeiro: Forense, 1989

MEYER, Philip. A Ética no Jornalismo: um guia para estudantes, profissionais e leitores. Rio de Janeiro, Forense Universitária, 1989

NALINI, José Renato. Ética Geral e Profissional. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 1997

NERY, Sebastião. Grandes pecados da imprensa. São Paulo: Geração Editorial, 2000

NOBRE, F. Imprensa e liberdade – os princípios constitucionais e a nova legislação. São Paulo: Summus

NORDENSTRENG, Kaarle e TOPUZ, H. (ed.). Journalist: status, rights and responsabilities. Prague, IOJ, 1989

NOVOA MONREAL, Eduardo. Derecho a la vida privada y libertad de información: un conflicto de derechos. México, Siglo XXI, 1979

OSOLNIK, Bogdan. La ética profesional en la comunicación de masas. Paris, CIEPC/UNESCO, nº 90 bis, s/d.

PAIVA, Raquel (org.) Ética, cidadania e imprensa. Rio de Janeiro: Mauad, 2002.

PERCEVAL, José María. Nacionalismo, xenofobia y racismo em la comunicación. Barcelona: Paidós, 2000.

PERUZZO, Cicília M.K. & KUNSCH, Margarida M.K. (orgs.) Transformações da comunicação: ética e técnicas. Vitória: Intercom/UFES/Prefeitura Municipal de Vitória, 1995

PINA, Sara. A Deontologia dos Jornalistas Portugueses. Coimbra: Minerva, 1997

PRINCÍPIOS INTERNACIONAIS da Ética Profissional dos Jornalistas, Os. Praga, IOJ, 1986

PROFESIONAL CODES of Ethics in Journalism. Prague, IJI, 1990

RAMONET, Ignácio. A tirania da comunicação. Petrópolis: Vozes, 2001. 2ª edição

RESTREPO, Javier Darío. El zumbido y el moscardón: taller y consultorio de ética periodística. México: FCE/FNPI, 2004

RIBEIRO, Alex. Caso Escola Base: os abusos da imprensa. São Paulo, Ática, 1995.

RINCÓN, Omar (comp.). Televisión pública: del consumidor al ciudadano. Buenos Aires: La Crujía, 2005.

SÁ, Adísia. O jornalista brasileiro. 2ª ed. Rev. e ampliada. Fortaleza: Ed. Fund. Demócrito Rocha, 1999

SANDERS, Karen. Ethics & Journalism. London: Sage, 2003

SANTOS, Reinaldo (organizador). A Ética na comunicação (textos dos códigos). Rio de Janeiro, Destaque, 1993

SCHMUHL, Robert. As responsabilidades do jornalismo. Rio de Janeiro: Nórdica, 1987

SERRANO, Estrela. Para compreender o jornalismo. Coimbra: Minerva, 2006

SERVA, Leão. Jornalismo e desinformação. São Paulo: Senac, 2000

SILVA, Juremir Machado da. A miséria do jornalismo – As (in) certezas da mídia. Petrópolis: Vozes, 2000.

SINOPOLI, Daniel. Ética periodística: ensayos sobre responsabilidad social. Buenos Aires: Ugerman, 2006.

SOBREIRA, Rosa Maria. Os Jornalistas Portugueses 1933-1974 – Uma profissão em construção. Lisboa: Livros Horizonte, 2003.

SORIA, Carlos. La hora de la ética informativa. Barcelona: Mitre, 1991.

SUNKEL, Guillermo. La prensa sensacionalista y los sectores populares. Buenos Aires: Norma, 2002.

TCHERKASKI, Osvaldo et alli. Información: se puede saber lo que pasa? Buenos Aires: Norma, 2005.

TCHERKASKI, Osvaldo. La Ocupación: Información y Guerra – un nuevo totalitarismo mundial. Buenos Aires: Adriana Hidalgo, 2003.

TOFFOLI, Luciene. Ética no Jornalismo. Petrópolis: Vozes, 2008

TRALLI, César. Olhar crônico. São Paulo: Globo, 2001

VILLANUEVA, Ernesto. Códigos europeos de ética periodística: un análisis comparativo. México/D.F., Fundación Manuel Buendía / Generalitat de Catalunya, 1996

VON KROGH, Torbjörn. Media Accountability Today… and Tomorrow – Updating the Concept in Theory and Practice. Gothenburg (Sweden): Nordicom, 2008

WAINER, Samuel. Minha razão de viver: memórias de um repórter. 5ª ed. Rio de Janeiro: Record, 1988

WALRAFF, Günter. Fábrica de mentiras. São Paulo, Globo, 1990

WARD, Stephen. The invention of journalism ethics – the path of objectivity and beyound. Montreal/Kingston: McGill-Queen’s University Press, 2004

WEMANS, Jorge. O PÚBLICO em Público – As Colunas do Provedor do Leitor. Coimbra: Minerva, 1999.

WILKINS, Lee; COLEMAN, Renita. The Moral Media: How Journalists Reason About Ethics. Routledge: 2004

XIFRA-HERAS, Jorge. A informação: análise de uma liberdade frustra­da. Rio de Janeiro: Lux / São Paulo: Edusp, 1975