O Observatório da Ética Jornalística (objETHOS), grupo de pesquisa e extensão vinculado à Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), lança nesta terça (8/12) o e-book Ética Jornalística e Pandemia: entrevistas com especialistas. A publicação reúne 22 entrevistas com pesquisadores brasileiros e internacionais, e jornalistas de veículos diversos (Agência Bori, Agência Mural, Alma Preta, Folha de S.Paulo, Jornal da USP, Lagom Data e Open Knowledge Brasil). Para baixar, clique aqui.

Cinco seções do e-book discutem temas como transparência e desinformação, cobertura crítica da pandemia, desafios do jornalismo científico, condições de trabalho dos jornalistas e os relatos dos profissionais que atuam no front da crise sanitária.

A obra resulta de uma série de entrevistas produzidas por pesquisadores do grupo e publicadas originalmente no site do objETHOS entre abril e setembro de 2020. Os integrantes Dairan Paul e Denise Becker são organizadores da obra, e Rogério Christofoletti, um dos líderes do Observatório, assina o texto de apresentação. O projeto gráfico foi concebido por Yolanda Cardoso, com ilustrações de Ariely Suptitz.

Ética Jornalística e Pandemia: entrevistas com especialistas pode ser utilizado por empresas de jornalismo, estudantes em formação, jornalistas, editores e pesquisadores. A obra se soma ao Guia de Cobertura Ética da Covid-19, lançado em julho pelo objETHOS e disponível para download.

Quem são os entrevistados

Na primeira seção do e-book, Márcia Amaral (UFSM), Luiz Artur Ferraretto (UFRGS), Helena Martins (UFC) e Marcelo Soares (Lagom Data) oferecem uma leitura crítica sobre a cobertura da pandemia. 

Em seguida, Raquel Recuero (UFRGS/UFPEL) e Luiza Caires (Jornal da USP) abordam a circulação de fake news, enquanto Márcio Carneiro (UFMA) e Fernanda Campagnucci (Open Knowledge Brasil) discutem a transparência de dados públicos sobre saúde. 

A terceira seção relaciona o jornalismo aos campos da ciência e educação, com Sabine Righetti e Ana Paula Morales (Agência Bori), Wilson Bueno (USP), Igor Sacramento (UFRJ/Fiocruz), Jeff Jarvis (City University of New York) e Isabel Colucci (UFSC).

Sob quais condições jornalistas trabalham na pandemia é o tema da quarta parte. Maria José Braga (FENAJ), Thales Lelo (USP), Roseli Figaro (USP) e Silvio Waisbord (George Washington University) são os entrevistados. 

Por fim, a última seção destaca como jornalistas atuam na cobertura da pandemia, com Fabiana Moraes (UFPE), Yan Boechat (Band Jornalismo), Cíntia Gomes (Agência Mural), Nataly Simões (Alma Preta) e Flavia Lima (ombudsman da Folha de S.Paulo).