Paradas obrigatórias para quem pensa e se interessa por ética e jornalismo:

– 96% dos apresentadores na TV brasileira são brancos. O levantamento foi realizado pelo site Vaidapé, com base em 204 programas de 7 emissoras: bit.ly/2smWyBA.

– Uma tese de doutorado premiada pela Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política desvela os políticos donos de mídia nas regiões Norte e Sul do Brasil. O trabalho é assinado por Pâmela Araújo Pinto e foi lançado recentemente em livro. Confira uma entrevista com a autora: bit.ly/2tZNvZv.

– Buda nas redações: um artigo publicado no Columbia Journalism Review explica que a meditação potencializa boas escolhas na prática jornalística, como uma maior diversidade de fontes e empatia a questões públicas: bit.ly/2soZeDR.

– Oligarquias, pressões políticas e falta de independência são alguns dos desafios enfrentados por jornalistas ucranianos: bit.ly/2u6v99i.

– Na Venezuela, jornalistas estão lendo notícias para passageiros dentro de ônibus para combaterem a desinformação: bit.ly/2t8jhDJ.

– Você acredita nas notícias em geral ou apenas naquelas que consome? Um artigo do Nieman Lab discute a questão comparando os resultados no contexto de diversos países: bit.ly/2stSCzh.

– Faleceu nesta semana o teórico norte-americano Denis McQuail, autor de Atuação da Mídia (editora Penso). Confira uma entrevista em que McQuail discute os principais pontos do seu livro: bit.ly/2soRMsm.

Advertisements